PROPOSTA PARA MELHORIA DO PROBLEMA DO IMBALANCE DE CONTÊINERES

um estudo de caso de importação de televisores e exportação de café

Palavras-chave: Imbalance; Transporte de contêineres; Integração de cargas

Resumo

Um dos problemas mais relevantes na logística global de transporte de contêineres é o imbalance gerado por características dos mercados produtores e consumidores. O presente trabalho aborda o tema com o objetivo de apresentar uma estratégia proativa para a redução do imbalance de contêineres. Para isso, optou-se por uma pesquisa aplicada e bibliográfica. Como método de investigação adotou-se o estudo de caso, para proporcionar uma compreensão em profundidade do fenômeno estudado. A pesquisa foi dividida em três etapas distintas e interligadas. Primeiramente mapeou-se o imbalance nacional, posteriormente focou-se em um caso específico para ilustrar o problema e buscar a solução e, por fim, entrevistou-se os atores envolvidos no caso em estudo. Constatou-se, assim, a viabilidade de integração entre empresas importadoras e exportadoras na reutilização de contêineres, de forma proativa, além de reduzir o imbalance, agregando menores custos à logística de transporte e, consequentemente, tornando-a mais competitiva.

Referências

BALLOU, R. H. Gerenciamento da cadeia de suprimentos: logística empresarial. 3.ed. Porto Alegre: Bookman, 2006.

BARCO, B.L. A Logística do Contêiner Vazio. Dissertação de Mestrado. Departamento de Engenharia Naval e Oceânica da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo, 1998.

BARNEY, J. B.; HESTERLY, W. S. Administração estratégica e vantagem competitiva: conceitos e casos. 3.ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2011. 432p.

BELAYACHI, N., GELAREH, S., YACHBA, K., BOUAMRANE, K.. The Logistic of Empty Containers′ Return in the Liner-Shipping Network. Transport and Telecommunication Journal, v. 18, n. 3, pp. 207-219, 2017.

BOWERSOX, D. et.al. Gestão da cadeia de suprimentos e logística. 4.ed. Porto Alegre: McGraw Hill, 2013.

CAIXETA FILHO, J. V.; MARTINS, R. S. Gestão Logística do Transporte de Cargas. São Paulo: Atlas, 2001.

CARLUCCI, F.; CIRÀ, A.; FORTE, E.; SIVIERO, L. Infrastructure and logistics divide: regional comparisons between North Eastern & Southern Italy. Technological and Economic Development of Economy, v. 23, n. 2, 2017.

CHRISTOPHER, M. Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos: estratégias para redução dos custos e melhoria dos serviços. Ed: Pioneira. São Paulo, 1997.

CRAINIC, T. G.; GENDREAU, M.; DEJAX, P. Dynamic and stochastic models for the allocation of empty containers. Operations research, v. 41, n. 1, p. 102-126, 1993.

FLEURY, P. F.; RIBEIRO, A. A indústria de prestadores de serviços logísticos no Brasil: caracterizando os principais operadores. XXV Enanpad, 2001.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5ª ed. Ed: Atlas, São Paulo, 2010.

HENRIQUES, F. M. C.; PORTO, C. B.; SILVA, R. O. Análise da percepção dos clientes de um restaurante do campus da UFJF em relação à qualidade do serviço prestado por meio do modelo servqual. Revista Vianna Sapiens, v. 5, n. 2, p. 26, oct. 2017.

KARMELIĆ, J.; DUNDOVIC, C.; KOLANOVIĆ, I. Empty container logistics. Traffic & Transportation, v. 24, n. 3, pp. 223-230, 2012.

LAI, K. K.; LAM, K.; CHAN, W. K. Shipping container logistics and allocation. Journal of the Operation Research Society, 1995.

LI, J. A.; LEUNG, S. C.; WU, Y.; LIU, K. Allocation of empty containers between multi-ports. European Journal of Operational Research, v. 182, n. 1, p. 400-412, 2007.

MONIOS, J.; WILMSMEIER, G. The impact of container type diversification on regional British port development strategies. Transport Reviews, v. 34, n. 5, pp. 583-606, 2014.

PATTON, F. “Oops, the Future Is Past and We Almost Missed It!” – Integrating Quality and Behavioral Management Methodologies. Journal of Workplace Learning, v. 11, n. 7, pp. 266-277, 1999.

PORTER, M. E. The contributions of industrial organization to strategic management. The Academy of Management Review, v. 6, n. 4, p. 609-620. 1981.

RIOS, L. R.; MAÇADA, A. C. M.; BECKER, J. L. Modelo de decisão para o planejamento da capacidade nos terminais de containers. Anais do XXVIII Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração. ENANPAD, Curitiba, 2004.

SAMPAIO, L. M. D. Alocação de contêineres vazios para a logística reversa do transporte de carga. Dissertação de Mestrado. Mestrado em Engenharia Naval. Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2001.

SIMCHI-LEVI, D.; KAMINSKY, P.; SIMCHI-LEVI, E. Cadeia de suprimentos projeto e gestão, 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.

SLACK, N.; LEWIS, M. Estratégia de Operações. Bookman. Porto Alegre. 2009.

VERGARA, S. C. Projetos e Relatórios de Pesquisa em Administração. 2ª ed. Ed: Atlas, São Paulo, 1998.

VOJDANI, N.; LOOTZ, F.; RÖSNER, R. Optimizing empty container logistics based on a collaborative network approach. Maritime Economics & Logistics, v. 15, n. 4, p. 467-493, 2013.

WANKE, P.; FLEURY, P. F. Transporte de cargas no Brasil: Estudo exploratório das principais variáveis relacionadas aos diferentes modais e às suas estruturas de custos. Estrutura e Dinâmica do Setor de Serviços no Brasil. IPEA, Brasília, 2006.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman. 2015. 290p.

YUN, W. Y.; LEE, Y. M.; CHOI, Y. S. Optimal inventory control of empty containers in inland transportation system. International Journal of Production Economics, v. 133, n. 1, p. 451-457, 2011.

ZAMBUZI, N. de C. Modelo de decisão para o planejamento da movimentação de contêineres vazios. Dissertação (Mestrado) – Escola Plitécnica da Universidade de São Paulo, USP, São Paulo, 2010.
Publicado
2018-08-10
Como Citar
Teixeira, V., & da Silva, R. (2018). PROPOSTA PARA MELHORIA DO PROBLEMA DO IMBALANCE DE CONTÊINERES. Revista Vianna Sapiens, 9(1), 20. https://doi.org/10.31994/rvs.v9i1.283