AUTOMAÇÃO DO PROCESSO DE PRODUÇÃO DE UMA CERÂMICA:

Estudo de Exemplo como fonte produtiva de ideias

Palavras-chave: Automação; Produção; Processo; Cerâmica; Redução de Custos.

Resumo

Resumo: Esse estudo analisa o processo de automação de uma cerâmica, com a finalidade descrever como a automação pode contribuir na melhoria dos processos produtivos e na redução de custos. Em termos metodológicos, este estudo tem caráter descritivo e emprega o método de Estudo de Exemplo como fonte produtiva de ideias, para tal, foi realizada visita às instalações da empresa e coleta de dados com os gestores, aferindo assim, variáveis qualitativas de caráter nominal. É comprovado que automatizar processos produtivos requer elevado investimento, mas em contra partida é uma forma de redução de custos, pois proporciona: diminuição no tempo de produção, melhoria da qualidade do produto, menor intervenção humana o que reduz a quebra de produto e a insalubridade do trabalhador, diminuição do quadro de funcionários e assim redução de custos com a folha de pagamento e processos trabalhistas, eliminação de gargalos pela supressão de tarefas manuais, redução no desperdício de matéria-prima em relação ao produto final, otimização de espaços, redução do estoque e resposta rápida às solicitações do mercado, além de utilização de combustível mais barato, com redução na demanda de energia térmica e diminuição das emissões.

Biografia do Autor

Barbara Costa

Doutora em Administração pela Universidad de la Empresa (UDE). Mestre em Administração pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Pós-graduada em Comunicação Empresarial e em Marketing. Publicitária e Administradora. Professora de Comunicação e Marketing no Centro Universitário Max Planck e no Centro Universitário de Jaguariúna - UNIFAJ. Especialista em Regulação Externa da Universidade Positivo (UP)

Regiane Cardoso Oliveira

Especialista em Engenharia da Produção pelo Centro Universitário Internacional – UNITER e Administradora. Professora de Administração da Produção na Graduação FAESB - Faculdade de Ensino Superior Santa Bárbara. 

Referências

AMCHAM. Departamentos jurídicos das empresas precisam ser proativos para reduzir passivo contencioso e custos envolvidos. Publicado em 14/09/2011. Disponível em: http://www.amcham.com.br/impactos-legislativos-e-juridicos/noticias/departamentos-juridicos-das-empresas-precisam-ser-proativos-para-reduzir-passivo-contencioso-e-custos-envolvidos. Acesso em 08 jun. 2016.

ANICER - Associação Nacional da Indústria Cerâmica. SETOR. Disponível em: http://portal.anicer.com.br/setor/. Acesso em 23 abr. 2016.

ARAÚJO JUNIOR, Antônio Pereira; CHAGAS, Christiano Vasconcelos; FERNANDES, Raphaela Galhardo. Uma rápida análise sobre automação industrial. Redes para Automação Industrial. DCA-CT-UFRN, Natal, 2003.

BARBOSA, Dolly Santos et al. Controle e Automação na Indústria Cerâmica: Estudo de Caso na Fabricação de Porcelanato do Brasil. Cerâmica Industrial, v. 13, n. 4, julho/agosto, 2008.

BARRUCHO, Luís Guilherme. Conheça dez áreas com escassez de mão de obra. BBC Brasil. Publicado em 04 set. 2014. Disponível em: http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2014/09/140903_salasocial_eleicoes2014_profissoes_escassez_lgb. Acesso em 19 mai. 2016.

CASTRO, Francisco. A força e a importância da construção civil na economia brasileira. Publicado em: 19/06/2012. Disponível em: http://www.franciscocastro.com.br/blog/?p=1183. Acesso em: 19 abr. 2016.

CBIC - Câmara Brasileira da Indústria da Construção. PIB 2015. Publicado em: 03/03/2016. Disponível em: http://www.cbicdados.com.br/menu/home/pib-2015. Acesso em: 19 abr. 2016.
CERETTA, Luciano Tomas. Estudo de um Sistema de Automação – Máquina Construtora de Tijolos. Trabalho de Graduação em Engenharia Mecânica da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul – UNIJUÍ, como requisito para obtenção do grau de Engenheiro Mecânico. Panambi, 2014.

CNI - CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. 101 propostas para modernização trabalhista. Brasília: CNI, 2012. 136 p.

GAITHER, Norman; FRAZIER, Greg. Administração da Produção e Operação. 8 ed. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2007.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2006.

GRIGOLETTI, G de C; SATTLER, M. A. Diagnóstico Ambiental de Indústrias de Cerâmica Vermelha do Estado do RS. Anais do 45º Congresso Brasileiro de Cerâmica. 30 de maio a 2 de junho de 2001, Florianópolis, 2001.

HENRIQUE JUNIOR, Maurício Francisco. Manual de Fornos Eficientes para Indústria de Cerâmica Vermelha. Rio de Janeiro: INT/MCTI, 2015. 61p.

KOPELVSKI, Maycon Max. Teoria de CLP. Mar/2010. Ver 00. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia São Paulo, 2010.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Técnicas de pesquisa: planejamento e execução de pesquisas, amostragens e técnicas de pesquisa, elaboração, análise e interpretação de dados. São Paulo, Atlas, 2006.

NOVACER. Investimento em automação traz economia para cerâmica de SP. Publicado em 25 fev. 2016. Disponível em: http://novacer.com.br/investimento-em-automacao-traz-economia-para-ceramica-de-sp/. Acesso em 19 mai. 2016.

PAREDE, Ismael Moura; GOMES, Luiz Eduardo Lemes. Eletrônica: automação industrial. São Paulo: Fundação Padre Anchieta, 2011 (Coleção Técnica Interativa. Serie Eletrônica, v. 6)

RIBEIRO, Marco Antônio. Automação Industrial. 4ª Edição. Tek Treinamento & Consultoria Ltda; Salvador, 2001.

SAMPIERI, Roberto Hernández; COLLADO, Carlos Fernándes; LUCIO, Pilar Baptista. Metodología de la investigación. 4ª edição, México, McGraw-Hill, 2006.

SASSI, Sérgio. A Indústria Cerâmica Mundial na Era da Globalização. Cerâmica Industrial, v. 11, n. 2, março/abril, 2006.

SEBRAE. Cerâmica Vermelha para Construção: Telhas, Tijolos e Tubos. Estudos de Mercado SEBRAE/ESPM 2008. Relatório Completo – Setembro de 2008. Série Mercado. São Paulo: SEBRAE, 2008.

SEBRAE. Ideias de Negócios Sustentáveis: Indústria de Cerâmica. Brasília: SEBRAE, 2012.
SELLTIZ, Claire. et al. Métodos de pesquisa nas relações sociais. São Paulo: EPU, 1987.

VIERO, L.K. Industrialização da Construção Civil Pré-Fabricados em Concreto. Trabalho de Graduação em Engenharia Civil da Universidade Federal de Santa Maria - UFSM, como requisito para obtenção do grau de Engenheiro Civil. Santa Maria, 2008.
Publicado
2018-12-21
Como Citar
Costa, B., ARAUJO, R., & Oliveira, R. (2018). AUTOMAÇÃO DO PROCESSO DE PRODUÇÃO DE UMA CERÂMICA:. Revista Vianna Sapiens, 9(2), 18. https://doi.org/10.31994/rvs.v9i2.461