1.
Júnior ECDA. A DESCONSIDERAÇÃO DA PERSONALIDADE JURÍDICA NO DIREITO BRASILEIRO: LEVANTANDO INDISCRIMINADAMENTE O VÉU EM FAVOR DO CONSUMIDOR?. RVS [Internet]. 1º de novembro de 2017 [citado 20º de janeiro de 2021];6(2):22. Disponível em: https://viannasapiens.com.br/revista/article/view/168