Publicidade:

responsabilidade civil nas relações de consumo

  • Carla Marques de Abreu
Palavras-chave: PUBLICIDADE., NEUROMARKETING., CONSUMO., RESPONSABILIDADE CIVIL.

Resumo

O presente estudo trata, de maneira sucinta, da utilização das técnicas publicitárias no mercado de consumo, capazes de influenciar diretamente na escolha do consumidor através do neuromarketing, da influência televisiva, da mensagem subliminar e da publicidade virtual. A partir da adoção dessas técnicas, o artigo traz para reflexão a relação da responsabilidade civil no âmbito da utilização deste tipo de publicidade, focando no nascimento do dano e conseqüente obrigação de indenizar. Conclui-se desta análise, a importância de se punir e responsabilizar àqueles que, utilizando-se destas técnicas, vilipendiam o direito do consumidor. A metodologia utilizada foi a bibliográfica e documental, utilizando-se de leis, doutrinas, jurisprudências, dados do Supremo Tribunal Federal e entrevistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla Marques de Abreu

Mestranda em Ciências Jurídicas pela Universidade Autónoma de Lisboa; Advogada; Técnica em Direito do Consumidor pela Escola Nacional de Defesa do Consumidor em Brasília/DF. Membro Integrante da Turma Recursal de 2ª Instância do PROCON/JF. carladeabreumarques@gmail.com

Publicado
2017-11-08
Como Citar
Abreu, C. M. de. (2017). Publicidade:: responsabilidade civil nas relações de consumo. Revista Vianna Sapiens, 7(1), 28. Recuperado de https://viannasapiens.com.br/revista/article/view/181