OS INDICADORES DE DESEMPENHO NA GESTÃO DE OPERAÇÕES DA SAÚDE SUPLEMENTAR

  • Marli Camara Abelha
  • Antônio Augusto Gonçalves
  • Claudio Pitassi
Palavras-chave: Indicadores de Desempenho, Critérios de Desempenho, Gestão de Operações na Saúde Suplementar, Estratégia de Operações em Saúde Suplementar, Trade off dos Serviços de Saúde Suplementar

Resumo

Os serviços de saúde privada fazem parte de um setor em crescente expansão, composto por operadoras de planos de saúde, hospitais, serviços de imagem, laboratórios e atividades complementares de tratamento e diagnóstico, que atuam numa imbricada rede de relacionamento com interesses conflitantes. Uma grande parte da população busca atendimento médico na saúde suplementar e sua importância é demonstrada pelo alcance social dessa prestação de serviços, pela geração de empregos e sua participação na economia. Os indicadores de desempenho utilizados na indústria foram posteriormente trazidos para o setor de serviços e indicam oportunidades de melhorias. O objetivo desse artigo é discutir a utilização de indicadores de desempenho na gestão dos serviços de saúde suplementar com vista a induzir a uma visão sistêmica da gestão estratégica dessas organizações. Essa pesquisa teórico-empírica tem abordagem qualitativa e usa como instrumento de coletas entrevistas de fundo com gestores de 12 organizações operadoras e prestadoras de serviços de saúde. Os resultados evidenciam que os gestores trabalham com uma visão estratégica de curto prazo, centrada no controle de custos, negligenciando indicadores como velocidade, flexibilidade, confiabilidade. Também ficam evidentes as oportunidades da utilização dos indicadores para apoiar estratégias em rede, consideradas mais apropriadas para superar o cenário de crise que assola a saúde no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marli Camara Abelha

Médica com especialização em Auditoria em Saúde, Gestão de Risco e Gestão pela Qualidade Total em Saúde. Mestrado em Administração de Empresas e Desenvolvimento Empresarial pela Universidade Estacio de Sá – Unesa. Av. Ernani do Amaral Peixoto, 500 sala 506. CEP: 24020-077. Tel: 27179617

Antônio Augusto Gonçalves

Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2004) e Mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1990). Atualmente é professor do programa de Mestrado em Administração da Universidade Estácio de Sá – UNESA e chefe da área de Tecnologia de Informação do Instituto Nacional do Câncer - INCA. Rua do Resende 195 sala 304, Rio de Janeiro, CEP 20231-091; Tel: 3207-5202

Claudio Pitassi

Doutror em Administração de Empresas pelo IAG da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2004) e Mestre em Administração de Empresas pela Claremont Graduate School, USA (1994) . Atualmente é professor do programa de Mestrado em Administração da Universidade Estácio de Sá – UNESA. Av. Presidente Vargas, 642, 22º andar, Centro - Rio de Janeiro, CEP: 20071-001; Tel; 2206-9787

Publicado
2017-09-20
Como Citar
Abelha, M. C., Gonçalves, A. A., & Pitassi, C. (2017). OS INDICADORES DE DESEMPENHO NA GESTÃO DE OPERAÇÕES DA SAÚDE SUPLEMENTAR. Revista Vianna Sapiens, 2(2), 21. Recuperado de https://viannasapiens.com.br/revista/article/view/52