A (des)industrialização brasileira em tempos de pandemia

capturando os efeitos da revogação pela lei 13.874 de 20 de setembro de 2019 para o desenvolvimento econômico através da saúde

Palavras-chave: INDUSTRIALIZAÇÃO. DESENVOLVIMENTO ECONOMICO. SAÚDE. COVID19. LEI DE LIBERDADE ECONÔMICA.

Resumo

RESUMO

 

O presente trabalho é classificado como explicativo, na medida em que buscar expor causa e efeito da revogação pela lei 13.874, de 20 de setembro de 2019 por meio do seu artigo 19, I. O método de abordagem é o hipotético-dedutivo, devido ao levantamento de conjecturas que foram testadas, objetivando uma melhor resposta ao problema: a revogação pela lei de Liberdade Econômica – 13.874, de 20 de setembro de 2019 –, por meio do seu artigo 19, I, corrobora para o desenvolvimento econômico através da saúde em tempos de pandemia? O referencial usado foi o Complexo Econômico Industrial da Saúde (CEIS) e a ideologia constitucionalmente adotada do professor  Washington Albino Peluso de Souza. A técnica de pesquisa usada foi à documentação indireta; documental e bibliográfica.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

REFERÊNCIAS

BERCOVICI, Gilberto. Constituição econômica e desenvolvimento: uma leitura a partir da Constituição de 1988. São Paulo: Malheiros, 2005.

BERCOVICI, Gilberto. O papel do Direito econômico diante da crise da Covid-19. Consultor Jurídico, 2020. Disponível em: Acesso em 10 set de 2020.
BERCOVICI, Gilberto. Complexo Industrial da Saúde, desenvolvimento e proteção. Revista de Direito sanitário, 2013. Disponível em: < http://www.revistas.usp.br/rdisan/article/view/63990> acesso em 18 set de 2020.
CLARK, Giovani; CORRêA, Leonardo Alves; NASCIMENTO, Samuel Pontes do. Ideologia Constitucional e pluralismo produtivo constitucional. Revista da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais, [s.l.], p.265-300, 22 nov. 2013. Revista da Faculdade de Direito da UFMG. http://dx.doi.org/10.12818/p.0304-2340.2013vwap265.

CLARK, Giovani. O pioneirismo da Faculdade de Direito da UFMG: a introdução do Direito Econômico no Brasil. Revista Brasileira de Estudos Políticos. Série “Estudos Sociais e Políticos”. 2012, vol. 104.
CORRÊA, Leonardo. O dogmatismo do livre mercado, a pandemia e Direito. Portal disparada, 2020. Disponível em: https://portaldisparada.com.br/direito-e-judiciario/lei-delegada/. Acesso em: 16 set de 2020.

GADELHA, Carlos. Dinâmica do Sistema Produtivo da Saúde: Inovação e Complexo Econômico Industrial. 1 Ed. Editora FioCruz . 2012.

GADELHA, Carlos. O complexo industrial da saúde e a necessidade de um enfoque dinâmico na economia da saúde, Scielo, 2002. Disponível em: https://www.scielosp.org/article/csc/2003.v8n2/521-535/ Acesso em: 14 set de 2020.

GADELHA, Carlos. O complexo econômico-industrial da saúde e o desenvolvimentonacional.RevistaPrincípios,2020.Disponívelem:http://www.revistaprincipios.com.br/artigos/114/capa/3145/o-complexo-economicoindustrial-da-saude-odesenvolvimento-nacional.html> acesso em 16 set de 2020.

SOUZA, Washington Peluso Albino de Souza Primeiras linhas de direito econômico. 6.ed. 2 tiragem. São Paulo: LTr, 2017. SOUZA, Washington Peluso Albino de. Direito econômico. São Paulo: Saraiva. 1980.
Publicado
2021-02-23
Como Citar
Amaral Oliveira , T. (2021). A (des)industrialização brasileira em tempos de pandemia: capturando os efeitos da revogação pela lei 13.874 de 20 de setembro de 2019 para o desenvolvimento econômico através da saúde. Revista Vianna Sapiens, 12(1), 28. https://doi.org/10.31994/rvs.v12i1.737