Implementação de um modelo prático para definição do custo médio das refeições fornecidas aos pacientes:

um estudo de caso em Hospital Universitário Público

  • Igor Souza Correia UNIFACEX
  • RICHARD MEDEIROS ARAUJO Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Thiago Cavalcante Nascimento Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Palavras-chave: Custeio por Absorção, Nutrição e Dietética, Refeições.

Resumo

RESUMO: O presente estudo tem como objetivo analisar, com base no método de Custeio por Absorção Integral, ou Total, o custo médio das refeições fornecidas aos pacientes. Para tanto, foi identificado todos os recursos consumidos pela área de produção para posterior alocação ao desjejum, almoço e jantar. A coleta de dados se deu por meio de pesquisa documental e de entrevistas com a coordenação do Setor de Hotelaria Hospitalar (SHH), das áreas de produção e apoio e com colaboradores que possuem relação com a produção do desjejum, almoço e jantar fornecidos aos pacientes, sendo realizado no período de novembro de 2016 a março de 2017. Por meio da apropriação de todos os recursos consumidos às refeições produzidas, identificou-se um custo médio de R$ 7,78 para o desjejum; de R$ 14,30 para o almoço; e R$ 13,92 para o jantar. O desenvolvimento do estudo, assim como a possibilidade de sua reprodução, foi viabilizado por meio do emprego de um método prático e de menor subjetividade para apuração do custo médio do desjejum, almoço e jantar fornecidos aos pacientes, permitindo a comparabilidade entre os valores encontrados com os de outros hospitais que desejem reproduzir esta metodologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Igor Souza Correia, UNIFACEX

Especialista em Gestão Pública pelo UNIFACEX

Thiago Cavalcante Nascimento, Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Doutor em Administração  

Referências

ALMEIDA FILHO, J. C. N. Gestão de estoques: uma proposta de reposição contínua pra material médico hospitalar e medicamentos em um hospital universitário federal do estado do Rio Grande do Norte. 2013, 103 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão Pública) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013. Disponível em: . Acessado em: 11 fev. 2017.

AZEVEDO, Y. G. P.; DOS SANTOS, J. V. J.; GOMES, A. M.; CARVALHO, D. da R.; DE OLIVEIRA, R. M. A. Análise de Custeio em Exames de Diagnóstico por Imagem: Um Estudo de Caso Utilizando o Método Activity-Based Costing. Gestão e Saúde, [S.l.], v. 7, n. 3, p. Pág. 1106-1125, jul. 2016. ISSN 1982-4785. Disponível em: . Acesso em: 23 jan. 2017.

BORNIA, A. C. Análise gerencial de custos: aplicação em empresas modernas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

CAPPONI, N. F. Sistema de custos em organizações hospitalares: estudo de casos no município de Cascavel/PR. 2015, 194 f. Dissertação (mestrado) - Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 2015. Disponível em: . Acessado em: 24 mar. 2017.

CHING, H. Y. Manual de custos de instituições de saúde: Sistemas tradicionais de custos e sitemas de custeio baseado em atividade (ABC). 2. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

FALK, J. A. Gestão decustos para hospitais: conceito, metodologias e aplicações. São Paulo: Atlas, 2001.

FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PESQUISAS CONTÁBEIS, ATUARIAIS E FINANCEIRAS. Desenvolvimento de um sistema de apuração de custos para dez hospitais universitários federais: fase 1. São Paulo, 2015. Disponível em: . Acessado em: 01 nov. 2016.

FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PESQUISAS CONTÁBEIS, ATUARIAIS E FINANCEIRAS. Desenvolvimento de um sistema de apuração de custos para dez hospitais universitários federais: fase 2. São Paulo: Fipecafi, 2015. Disponível em: . Acessado em: 01 nov. 2016.

HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ONOFRE LOPES. Relatório de gestão: 2016.2. Natal, 2017.

LEONARDO, V. S.; ABBAS, K.; BULLA, P. R. Sistema de gestão ambiental como suporte na identificação dos custos com controle, preservação e recuperação do meio ambiente. Enfoque: Reflexão Contábil. 2013;32(3): 129-149. Disponível em: . Acesso em: 02 fev2017.

MACHADO, N; Holanda, B. V. Diretrizes e modelo conceitual de custos para o setor público a partir da experiencia no governo federal do Brasil. Revista de Administração Pública – RAP, jul./ago. 2010; 44(4):791-820. ISSN 0034-7612. Disponível em: . Acesso em: 10 fev. 2017.

MARTINS, E. Contabilidade de Custos. 10. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

MARTINS, V. F. Desenvolvendo um modelo de resultados em serviços hospitalares com base na comparação entre receitas e custos das atividades associadas aos serviços. 2002,117 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia da Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Folrianópolis, 2002. Disponível em: . Acesso em: 04 jan. 2017.

PEREIRA, A. C.; BARBOSA, T. C. A. Estudo sobre o método de custeio adotado pela Unidade de Nutrição e Dietética de um Hospital. In: X Congresso Brasileiro de Custos, 2003, Guarapari. Anais dos X Congresso Brasileiro de Custos, 2003. Disponível em: . Acesso em: 21 dez. 2016.

WERNKE, Rodney. Análise de custos e preços de venda: ênfase em aplicação e casos nacionais. São Paulo: Saraiva, 2005.

ZANELLA, Luiz Carlos. Administração de custos em hotelaria. 3. ed. Caxias do Sul, RS: Educs, 2004.
Publicado
2019-10-29
Como Citar
Correia, I. S., ARAUJO, R. M., & Nascimento, T. C. (2019). Implementação de um modelo prático para definição do custo médio das refeições fornecidas aos pacientes: . Revista Vianna Sapiens, 10(2), 24. https://doi.org/10.31994/rvs.v10i2.591