Uma análise da tecnologia da informação sob a ótica da sociomaterialidade

  • Emerson Augusto Priamo Moraes
  • Sandra Regina da Rocha Pinto
Palavras-chave: TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, ARTEFATOS DE TI, ROTINAS ORGANIZACIONAIS, SOCIOMATERIALIDADE

Resumo

A tecnologia tem se tornado um aspecto integrante da maioria das organizações. De fato, as tecnologias estão em constante evolução e transformação, criando novos comportamentos e trazendo novos fenômenos aos pesquisadores para investigação no contexto em que se encontram. Especificamente na tecnologia da informação, observa-se uma mudança gradativa do campo de pesquisa, partindo de questões mais técnicas, ligadas à tecnologia, para uma visão mais voltada à organização, com informações gerenciais e estratégicas (ORLIKOWSKI e SCOTT, 2008). Esta mudança traz novos desafios para investigação na área, com abordagens promissoras, como a sociomaterialidade, que reconsidera o status da tecnologia na pesquisa organizacional. O objetivo deste trabalho é apresentar a sociomaterialidade como uma possível lente teórica para a condução de pesquisas sobre as implicações da TI nas organizações. Com esse objetivo, fundamentar-se-á na noção de que o aspecto sociomaterial não diz respeito à tecnologia, mas à prática, na qual a tecnologia está incorporada. A argumentação a ser desenvolvida neste ensaio, basear-se-á, essencialmente em três pontos: na visão de Orlikowski a respeito da sociomaterialidade; no estabelecimento de que a tecnologia pode ser representada e estudada por seus artefatos (responsáveis pela interação da tecnologia com os atores sociais); e na assunção de que as práticas são passíveis de interpretação por meio das rotinas organizacionais: criadas e estabelecidas, também, a partir da interação entre tecnologia e os atores sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Emerson Augusto Priamo Moraes

Professor efetivo do IF Sudeste MG. Doutor em Administração de Empresas pela PUC-Rio. Mestre em Sistemas de Gestão pela UFF. Project Management Professional pelo PMI. emerson.moraes@ifsudestemg.edu.br

Sandra Regina da Rocha Pinto

Professora assistente do Instituto de Administração e Gerência da PUC-Rio.da PUC-Rio,  Doutora em Educação, Mestre em Administração de Empresas pela PUC-Rio. sanpin@iag.puc-rio.br

Referências

BORGES M. E. N. A informação como recurso gerencial das organizações na sociedade do conhecimento. Ciência da Informação, Brasília, v. 24, n. 2, p. 181-188, maio/ago. 1995.

BOUDREAU, Marie-Claude; ROBEY, Daniel. Enacting integrated information technology: A human agency perspective. Organization science, v. 16, n. 1, p. 3-18, 2005.

CACCIATORI, Eugenia. Resolving Conflict in Problem‐Solving: Systems of Artefacts in the Development of New Routines. Journal of Management Studies, v. 49, n. 8, p. 1559-1585, 2012.

D'ADDERIO, Luciana. Artifacts at the centre of routines: Performing the material turn in routines theory. Journal of Institutional Economics, v. 7, n. 02, p. 197-230, 2011.

EMIRBAYER, Mustafa; MISCHE, Ann. What is agency? American journal of sociology, v. 103, n. 4, p. 962-1023, 1998.

GABLE G., Strategic information systems research: An archival analysis, The Journal of Strategic Information Systems, v.19 n.1, p.3-16, March, 2010.

HOWARD-GRENVILLE, J. A. The Persistence of Flexible Organizational Routines: The Role of Agency and Organizational Context. Organization Science. Vol. 16, No. 6, November–December 2005, pp. 618–636.

LAURINDO, Fernando José Barbin, et al. "O papel da tecnologia da informação (TI) na estratégia das organizações." Gestão & Produção 8.2 (2001): 160-179.

LEONARDI, P. M. (2011). When flexible routines meet flexible technologies: Affordance, constraint, and the imbrication of human and material agencies. MIS Quarterly, 35(1), 147-167.

LEONARDI, P. M., NARDI B. A., & KALLINIKOS J. Materiality, Sociomateriality, and Socio-Technical Systems: What Do These Terms Mean? How Are They Related? Do We Need Them? Materiality and Organizing: Social Interaction in a Technological World (pp. 25-48). Oxford: Oxford University Press, 2012.

LUFTMAN, J.N. Competing in information age: strategic aligment in pratice. Oxford university, 1996.

MANSELL, Robin, Avgerou, CHRISANTHI, Quad, DANNY & Silverstone, ROGER. The Oxford Handbook of Information and Communication Technologies, Oxford, 2007.

MCLEOD, L.; MACDONELL, S. G.; DOOLIN, B. Qualitative research on software development: a longitudinal case study methodology. Empirical software engineering, v. 16, n. 4, p. 430-459, 2011.

MORAES, G. D. A., Terence, A. C. F., Escrivão Filho, E. A Tecnologia da Informação Como Duporte à Gestão Estratégica da Informação na Pequena Empresa. Revista de Gestão da Tecnologia e Sistemas de Informação. Vol. 1, No. 1, 2004, pp. 27-43

ORLIKOWSKI, W.J., and IACONO, C.S. 2001. "Desperately Seeking The "IT" In IT Research - a Call to Theorizing the IT Artifact," Information Systems Research (12:2), June, pp. 121-134.

ORLIKOWSKI, W. J. (2007). Sociomaterial practices: Exploring technology at work. Organization Studies, 28(9), 1435-1448.

ORLIKOWSKI, W.J. and SCOTT, S. V. 2008. “Sociomateriality: Challenging the Separation of Technology, Work and Organization,” Annals of the Academy of Management, 2, 1:433-474.

PARMIGIANI, A.; HOWARD-GRENVILLE, J. Routines Revisited: Exploring the Capabilities and Practice Perspectives. The Academy of Management Annais. Vol. 5, No. 1, June 2011, 413–453.

PENTLAND, B. T. FELDMAN, Martha S. Reconceptualizing OR as flexibility and change. Administrative Science Quarterly, 48 (2003): 94-118.

PENTLAND, Brian T.; FELDMAN, Martha S. Organizational routines as a unit of analysis. Industrial and corporate change, v. 14, n. 5, p. 793-815, 2005.

PORTER, Michael E. & MILLAR, Victor E. How information gives you competitive advantage. Harvard Business Review, Boston, Jul/Aug 1985.

ZHANG, P., SCIALDONE, M., and KU, M. C. 2011. IT artifacts and the state of IS research. In Proceedings of the International Conference on Information Systems (Shanghai, China, December 04 - 07, 2011).
Publicado
2017-12-12
Como Citar
Moraes, E. A. P., & Pinto, S. R. da R. (2017). Uma análise da tecnologia da informação sob a ótica da sociomaterialidade. Revista Vianna Sapiens, 8(2), 30. https://doi.org/10.31994/rvs.v8i2.234